terça-feira, 19 de abril de 2011

Programa Al-Anon

O programa de recuperação do Al-Anon baseia-se nos Três Legados:

A recuperação individual através dos 12 Passos

A unidade através das 12 Tradições

O serviço através dos 12 Conceitos de Serviço.

Esta tríplice orientação oferece aos membros a possibilidade de uma vida normal e saudável e ensina-nos a viver e a prestar serviço em harmonia.

12 PASSOS


O estudo destes passos é essencial para progredir no programa Al-Anon. Os princípios que eles expressam são universais, aplicáveis a todos, seja qual for a sua crença pessoal. No Al-Anon, esforçamo-nos por um entendimento cada vez mais profundo destes Passos e oramos pela sabedoria para os aplicar nas nossas vidas.


1. Admitimos que éramos impotentes perante o álcool – que tínhamos perdido o controlo das nossas vidas.

2. Viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmos poderia devolver-nos a sanidade.

3. Tomámos a decisão de entregar a nossa vontade e a nossa vida aos cuidados de Deus, como nós O concebíamos.

4. Fizemos um minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

5. Admitimos para Deus, para nós mesmos e para um outro ser humano, a natureza exacta de nossos defeitos.

6. Ficámos inteiramente prontos para que Deus removesse todos esses defeitos de carácter.

7. Humildemente, Lhe pedimos para remover as nossas imperfeições.

8. Fizemos uma relação de todas as pessoas que tínhamos prejudicado e dispusemo-nos a fazer reparações a todas elas.

9. Fizemos reparações directas a essas pessoas, sempre que possível, excepto quando fazê-lo viesse prejudicá-las ou a outras pessoas.

10. Continuámos a fazer um inventário pessoal e quando estávamos errados admitíamo-lo prontamente.

11. Procurámos, através da prece e da meditação, melhorar o nosso contacto consciente com Deus, como nós o concebíamos, rogando apenas o conhecimento da Sua vontade em relação a nós e a força para realizar essa vontade.

12. Tendo tido um despertar espiritual, por meio destes Passos, procurámos levar esta mensagem a outras pessoas e praticar estes princípios em todas as nossas actividades.

Sem comentários:

Publicar um comentário